Now Playing Tracks

Tenho uma especie de tristeza que não entendo. Olho a minha volta e parece que tenho tudo pra ser feliz. Quem olha de fora tem a certeza que sou 100% feliz, eles me vêem durante o dia, fazendo graça, sorrindo e fazendo os outros sorrirem também. Mas na calada da noite ou numa tarde solitária qualquer me pego pensativo, tentando encaixar as peças que faltam desse infinito quebra-cabeça, explorando meu lado triste e buscando as respostas daquelas perguntas que insistem em bater na minha porta na piores horas. Eu sei que ninguém é completamente feliz, sempre vai faltar alguma coisa, mas às vezes é coisa pouca, já pra mim, tenho aquela sensação que é coisa muita, de que nunca vou estar completo. Deve ser algum problema de fábrica ou um erro de planejamento, lá de trás, que venho escondendo sobre panos sujos, mas que volta e meia da seus pulos e aparece para me fazer pensar e sempre me vejo em becos sem saída. A vida é isso ai mesmo, a sua vida é essa, a minha vida… entre trancos e barrancos, ora lua cheia ora minguante, vivendo num dia a maré cheia e no outro vazante.
Efeito Colateral.  (via decimetro)

(Source: supostos)

Estou triste demais para escrever clichês de saudades ou de magoas, estou triste demais pra mandar você ficar e falar que não foi nada, estou triste demais para sair da cama e ir ate sua casa e falar o quanto você faz falta, estou triste demais pra ouvir aquela musica chata que me lembra você, estou triste demais para jogar aquele jogo idiota que você gostava, na verdade na pura verdade, eu estou triste demais pra fazer qualquer merda que me lembre você.
Você me bagunça  (via p0uca-vogal)
To Tumblr, Love Pixel Union